O pitch também conhecido como Elevator Pitch ou “Discurso do Elevador”, é uma apresentação de 2 a 3 minutos (como se fosse para você apresentar durante a subida/descida de um elevador o seu projeto para um investidor no elevador) em que deve “vender” a sua ideia de forma clara e concisa. Apesar de ser uma apresentação curta, pela necessidade de se conseguir conquistar a atenção do investidor, muitas vezes representa um grande desafio, assim, concentre-se no que é essencial ao seu negócio, aquilo que irá chamar a atenção do investidor e de um eventual cliente. Procure praticar “no espelho”, apresentar para parentes e amigos e perguntar o que eles entenderam, pois é muito comum pelo envolvimento do empreendedor, esquecer-se de dar uma informação básica sobre a essência do seu negócio.

O Pitch deve poder ser feito tanto apenas verbalmente, quanto eventualmente suportado por uma apresentação de slides (chamada de Deck), caso o empreendedor tenha oportunidade de se apresentar em público, lembrando também que não deverá ter muitos slides.

Algumas dicas para criar um pitch arrasador retiradas do livro a Arte do Começo de Guy Kawasaki, são:
– Seja positivo: não tente destruir a concorrência
– Foco no cliente: o que você pode fazer por ele?
– Evite termos técnicos, apresente algo que os outro entendam
– Coloque uma pitada do que sentir no mercado
– Prepare-se para o Público Alvo da apresentação
– Regra 10 slides / 20 minutos / 30 tamanho da fonte (10/20/30)

Sua apresentação: Resumo / Problema / Solução / Modelo de Negócio / Toque mágico / Mkt & vendas / Concorrência / Gerência / Financeiro (Projeções, métricas-chave, situação atual, realizações, linha do tempo e uso dos recursos.

Para finalizar, reúna 3 amigos, explique sua ideia em 1 minuto. Peça para eles escreverem o que entenderam, compare com o que você disse.} else { pills pills store